Saiba quanto custa construir uma casa

Saiba quanto custa construir uma casa

Quando pensamos em casa própria, há uma série de dúvidas que permeiam nossa mente, como saber o que vale mais a pena: construir uma casa ou comprar um imóvel novo?

Há uma certa dificuldade em tomar essa decisão, especialmente porque a maioria das pessoas não sabe ao certo quanto custa construir uma casa e se irão dar conta do trabalho que uma reforma acaba trazendo a todos.

Se você chegou até aqui, provavelmente quer entender mais como funciona o processo de construção de uma casa e todos os custos que envolvem realizar esse sonho tão comum aos brasileiros. Falaremos também um pouco sobre os cuidados com esse tipo de empreitada e as melhores formas de economizar sem perder a qualidade da obra.

Confira logo abaixo o que separamos!

Saiba quanto custa construir uma casa

Quanto custa construir uma casa? Números gerais!

Em geral, construir uma casa envolve alguns custos que não podemos prever e também escolhas pessoais, como o acabamento de cada cômodo e os materiais selecionados para a finalização – que costuma ser o momento onde há mais gastos e onde os custos comuns passam a ser diferentes para cada casa.

Agora, se falarmos em termos mais amplos, há um número que podemos chegar para se ter uma média do valor do metro quadrado, que gira em torno de R$1000,00, podendo ser mais alto ou mais baixo, dependendo da mão de obra e dos materiais escolhidos. Esse número foi confirmado por órgãos responsáveis e leva em conta o preço médio de materiais básicos, como tijolos e a hora paga para pedreiros ou construtoras.

 Leia também: “Como escolher tua casa de aluguel

Custos extras na construção de uma casa – Como defini-los?

Em uma obra, os custos são imprevisíveis na maioria das vezes e podem aumentar a cada escolha diferente, como as portas e janelas, por exemplo.

Para entendermos como definir esse tipo de gasto, é válido sempre pensar de uma forma ampla e levar em conta a obra dividida em duas fases: o básico e o acabamento.
Uma boa dica também é contar com a ajuda de um arquiteto e de um engenheiro, que poderão traçar um plano o mais próximo possível da realidade, a fim de evitar novas surpresas no meio do caminho.

Pesquisar o preço dos materiais que sua família deseja também ajuda bastante e pode ser fundamental para que a construção seja mais econômica.

Custos extras na construção de uma casa

Construir para vender ou alugar – Vale a pena economizar?

Muitas pessoas procuram construir casas para depois vende-las e , ao fazer isso, se deparam com o medo de não conseguirem fazer um bom negócio porque escolheram materiais de baixo custo para o acabamento, como janelas de alumínio ao invés de madeira, por exemplo. Obviamente, tudo isso reflete na escolha do comprovador e é válido pensar em alguns fatores:

  • As vezes, vale a pena optar por um terreno menor, mais barato e mais acessível e gastar o dinheiro extra com um acabamento de melhor qualidade.
    O resultado final pode ser o que mais agrada o cliente e não o espaço em si.
  • Nesse caso, faça um planejamento. Contrate um arquiteto e um engenheiro que possam fazer as famosas Smart Homes, que aproveitam o mínimo espaço para elevar o padrão e trazer mais conforto.
  • Já se a ideia for unir conforto e espaço de sobre, é importante ter a ajuda de um corretor para que ele possa avaliar a casa pronta e saiba exatamente quanto ela irá valer no mercado. Fazer o dinheiro gasto retornar é imprescindível.

E quem irá construir para morar, o que vale mais? Espaço ou acabamento?

Quem pretende construir para morar, ou seja, não deseja vender a casa em pouco tempo, precisa pensar de forma mais prática e a longo prazo.
A família pode crescer? Há o desejo de ter uma área de lazer? Tudo deve ser pensado antes de comprar um terreno. Afinal, a construção pode ser feita de forma mais lenta e gradual, mas a compra do terreno é algo mais imediato.

Em geral, a pessoas costumam optar por investir no espaço e construir com calma, estudando os materiais e abrindo margens para reformas futuras. Em todo caso, conversar com um corretor pode ser o suficiente para diminuir as frustrações na hora de escolher o terreno e alguns pontos devem ser considerados:

  • A dica principal é dar preferência para o espaço que mais irá pesar no futuro. Escolha um terreno que se adeque às suas necessidades presentes e também para daqui alguns anos. Comprar algo muito pequeno pode ser frustrante a longo prazo.
  • Não esqueça do local. Construir a casa do sonhos em um terreno onde a vizinhança não agrada ou que seja muito longe da escola dos filhos, por exemplo, é um caminho complicado e que pode gerar problemas em pouco tempo. Faça a escolha mais assertiva, independente do quanto você guardou para a construção.

Unir o terreno ideal com a casa ideal é sempre o melhor caminho. Para isso, conte sempre com um corretor e estude muito bem cada passo. E aproveite esse novo momento com a sua família!

Dicas sobre como escolher o teu imóvel de aluguel

Dicas sobre como escolher o teu imóvel de aluguel

Como escolher o teu imóvel de aluguel?

Viver de aluguel pode ser um desafio para quem precisa, está acostumado a se mudar constantemente por não saber ao certo como escolher o lugar perfeito para morar. O problema acontece muito mais por causa da falta de planejamento do que devido ao modelo de contrato em si, já que a maioria das pessoas que se mudam com frequência o fazem porque erraram ao escolher o imóvel de aluguel ideal para suas necessidades e da sua família.

Para ajudar nessa tarefa, o artigo de hoje irá trazer algumas dicas relevantes a respeito deste assunto tão importante e atual – levando em conta que os contratos de aluguel nos dias de hoje são bem mais frequentes do que compra e venda. Também falaremos um pouco sobre quem decidiu colocar seu imóvel disponível para este tipo de investimento.
Confira!

Imóvel de aluguel – O que preciso levar em conta?

Se você precisa mudar de casa e utiliza como moradia um imóvel de aluguel, este é um momento decisivo, onde escolher a casa ideal para alugar deve ser a hora onde a sensatez e o planejamento tomam conta do processo como um todo. Algumas dicas são essenciais para não errar ou pelo menos minimizar as chances de erro consideravelmente:

escolher a casa ideal para alugar

Saiba quais são as necessidades em relação ao espaço do imóvel

Ninguém deseja se mudar constantemente e o desejo da maioria das pessoas que optam por imóveis de aluguel é poder se manter o mais tempo possível nele, renovando o contrato todos os anos.

Mas isso só será possível se o tamanho da casa e o espaço como um todo for ideal para você e para a sua família.
Por isso, vale a pena consultar um corretor, que irá entender todos os aspectos mais importantes a serem levados em conta, como número de moradores, potenciais filhos e até mesmo comportamento da família – se trabalham em casa ou não, por exemplo.

Casas para alugar, use o nosso buscador!

Tudo isso é essencial para que o imóvel de aluguel seja o ideal para cumprir todas as necessidades, sem que se seja preciso haver a mudança a cada novo item.
O espaço deve estar adequado não só ao que o casal ou a família deseja agora, mas também ao que pode desejar no curto e médio prazo. O corretor irá pensar mais além, enxergando possíveis mudanças futuras e isso irá diminuir os riscos de insatisfação com o imóvel. A ajuda de um profissional nessa hora pode fazer toda a diferença!

Saiba sobre suas necessidades em relação à localização do imóvel

Assim como o espaço, a localização é um fator importante para que haja uma satisfação com o imóvel de aluguel por mais tempo e não será necessário se mudar a cada nova mudança de hábitos.
Escolher apenas pensando no preço é comum entre quem precisa se mudar rápido e este é um erro que torna o processo de adaptação bem mais difícil e muitas vezes exigindo a procura por outra casa em pouco tempo.

Vale a pena pensar com calma, mesmo que este seja um momento essencialmente de ansiedade. O corretor também irá ajudar a clarear as ideias e promover uma melhor escolha junto com a família, que passará a entender esses fatores como fundamentais para o bem-estar de todos.

Localização do imóvel

Preferência pessoais na hora de alugar tua casa

Depois de pensar sobre o espaço em si e como ele irá acomodar toda a sua família, pensar na localização e no valor, é hora de analisar as suas preferências pessoais.

Por exemplo, há quem goste mais de cozinhas grandes e não se importe com o quintal e vice-versa. Veja o que mais se encaixa no seu sonho de moradia e siga nessa direção. Muitas vezes, por se tratar de um imóvel de aluguel, as pessoas são menos enfáticas no que desejam e por este motivo se mudam com muita frequência.

Sua família gosta de jardim? Quintal? Varanda? Converse com seu corretor e passe essas informações à ele, sempre tentando alinhar suas expectativas com suas condições no momento.

Veja também o post: "Como escolher uma casa com Jardim"

E quem irá colocar um imóvel disponível para aluguel, quais os cuidados?
Falamos sobre quem irá alugar um imóvel de aluguel e quais os cuidados antes de fechar o negócio, mas e quem pretende investir no aluguel do seu imóvel ou empreendimento? O que deve pensar?

Em suma, a dica principal é sempre procurar um corretor para que ele possa avaliar de forma justa e honesta o quanto ele vale e quais serão as estratégias de promoção para que o processo flua mais rapidamente. Além disso, algumas dicas são importantes:

Sempre tenha sua documentação em dia

Embora seja um imóvel de aluguel, a documentação precisa estar em dia, especialmente as que comprovam no nome de quem ele está. Com a ajuda de uma imobiliária e do corretor, é possível saber quais são esses documentos e como consegui-los em caso de inexistência.

Sempre prefira o processo por uma imobiliária

Alugar para terceiros sem a intervenção de uma imobiliária pode ser arrisco, especialmente porque não haverá nenhuma garantia de pagamento – que costuma existir quando um corretor está por trás das negociações.
Em geral, para locatário e locador, os cuidados devem existir e o processo deve ser feito sempre com a ajuda de profissionais acostumados com esse tipo de negociação, para evitar erros, arrependimentos e problemas de legislação, como quebras no contrato ou mesmo danos ao imóvel de aluguel. Tudo deve estar respaldado pela lei e dentro daquilo que ambos precisam.

Como escolher sua casa com jardim?  

Como escolher sua casa com jardim?  

Na hora de comprar ou alugar uma casa, temos que pensar em tudo que ela envolve, desde seus cômodos, sua distribuição de espaço, conforto e segurança até mesmo a área externa, como o jardim. É o sonho de muitas pessoas ter uma casa com jardim, afinal, ele traz aquela sensação gostosa de estar mais próximo da natureza, mesmo quando moramos em uma cidade grande.

Mas como alugar casas que tenham esse espaço sem adquirir junto com elas uma dor de cabeça no futuro? No artigo de hoje, vamos explicar melhor um pouco sobre os jardins e tudo que você precisa saber antes de optar pelo seu novo imóvel com essa característica tão importante para algumas pessoas. Confira tudo que separamos logo abaixo!

 

Casas com Jardim – Existem benefícios?

Obviamente, quando pensamos em alugar casas, não queremos sair em pouco tempo, já que a mudança é algo trabalhoso e desgastante para todos os membros da família. Por isso, é muito importante pensar em uma casa com detalhes que ela possa ter, como o jardim. Afinal, será que morar em um lugar sem um pouquinho de verde não vai te incomodar ao longo do tempo? Vamos entender um pouco mais os benefícios desse espaço:

 

Estética

Em primeiro lugar, a estética! Casas com jardim são bem mais bonitas e chamam mais atenção. Mesmo que o jardim esteja nos fundos, ter um espaço com muito verde pode proporcionar um momento bem relaxante para você e para a sua família. Estudos indicam que apenas observar as plantas diminui o estresse em até 20%. Embora ainda não hajam comprovações exatas deste número, todo mundo concorda que um tempo em meio a natureza recarrega as energias.

Estética melhorada com a casa de jardim

Quem pretende alugar sua casa, investir em um jardim é um bom negócio, pois valoriza o imóvel e o deixa bem mais propenso a ser alugado com facilidade. O mesmo vale para quem vai vender ou pretende negociar uma troca. O jardim agrega beleza e beleza é sinônimo de mais vendas em todos os setores.

 

Qualidade de vida

Ter uma casa com jardim é sinônimo de mais qualidade de vida pois, como dissemos, as plantas diminuem o estresse apenas por estarem ali. Mas não é só isso: você poderá interagir com elas, mexer na terra, passar um tempo limpando a mente. Isso reduz ainda mais a ansiedade e o estresse. Por fim, ainda há a opção de plantar seus próprios temperos, pois o espaço é favorável à isso. Jardim melhora a casa e melhora a vida!

Ecologia no jardim de sua casa, reflexo de descanso

Ecologia

Agora precisamos falar da consciência ecológica de quem tem um jardim. Ele irá reter mais água, evitar enchentes, problemas de saúde dos familiares – como alergias da poluição – e melhorar a qualidade do ar. Dependendo do tamanho do seu jardim, ele pode ser um grande diferencial para a ecologia em geral, especialmente se tiver árvores. Casas com jardim ajudam bastante a melhorar o ecossistema local.

 

Como escolher as plantas do meu jardim?

Você alugou uma casa com jardim e agora não sabe ao certo quais plantas irá colocar nele e nem mesmo quais deve manter. Se puder, nós indicamos que procure um paisagista para te auxiliar ou faça uma análise por si só de alguns fatores:

 

Aluguel, venda ou compra?

Primeiro, analise se você está alugando, vendendo ou comprando uma casa. Se você irá morar em uma casa de aluguel e quer investir no jardim, vale mais a pena optar por aquelas que podem ser removidas, caso a família se mude em um futuro próximo. Também será importante conversar com o proprietário e ver a possibilidade de árvores na residência. Se houver autorização, elas ajudam na qualidade do ar e promovem sombra no quintal.

aluguel ou venda?

Já quem irá investir no imóvel, seja para a venda ou aluguel, a dica é saber quanto se está disposto a gastar e qual a pressa para que o jardim fique com uma aparência perfeita para agradar os futuros compradores ou locatários. Lembre-se da valorização que o jardim traz ao imóvel de maneira geral e deixe-o o mais bonito possível para impressionar quem irá visita-lo.

 

Tempo de cuidado

Quem alugar uma casa com jardim deve saber qual o tempo que dispõe para cuidar dele ou se tem como contratar uma pessoa responsável por este processo. Vale a pena saber escolher as plantas se for possível ou fazer um planejamento sobre o espaço para ter certeza de que poderá mantê-lo sempre em ordem e bonito. O tipo de jardim também interfere muito no quesito tempo e é válido optar por aquele que se adequa mais às suas necessidades gerais.

 

Família

Qual o tamanho da sua família? Tem animais, cachorros, gatos? Analise tudo isso antes   de escolher as plantas e o jardim, para não prejudicar sua família ou mesmo seus pets. Animais e crianças adoram jardins, por isso, vale a pena optar por uma casa com um quando temos uma família nessa estrutura. Arvores também são ótimas opções para crianças, que podem buscar as frutas no pé e brincar na sombra sem grandes problemas.

Família no Jardim

Em geral, jardins são excelentes para famílias e qualquer pessoa que adore natureza e queira ter mais qualidade de vida. Nossa dica é que você estude aquele que mais se encaixa nas suas necessidades e descubra a melhor opção para sua família. Porém, se bater a duvida, não pense duas vezes e escolha sua casa com o jardim ou o espaço para ter o seu sonho realizado. Fale com o seu corretor de imóveis, ele irá saber te ajudar!

Mercado Imobiliário – Está na hora de comprar um imóvel?

Mercado Imobiliário – Está na hora de comprar um imóvel?

Post - alta nos imóveis 2

Muitas pessoas tem o sonho de comprar a casa própria e sair do aluguel, de mudar para um lugar mais cômodo, ou até investir em um imóvel. Mas qual é a hora certa para comprar?

Em entrevista para a ISTOÉ, especialistas afirmaram que 2014 foi um ótimo ano para se comprar um imóvel para morar. O preço médio dos imóveis subiu menos no ano passado do que nos últimos anos, segundo uma pesquisa realizada pela FipeZap. A pesquisa foi feita em 20 cidades brasileiras, e o resultado mostra que foi a menor variação nos últimos quatro anos. Em 2014, o valor subiu pouco a mais do que a inflação estimada: apenas 6,7%. Um valor muito abaixo se comparado com os últimos anos, que tiveram um aumento de 26,3% em 2011, 13,7% em 2012, e 12,7% em 2013.

Em uma outra pesquisa realizada pela Franklin Templeton Investimentos, 23% dos empresários e investidores brasileiros acreditam que os imóveis serão a melhor opção de investimento para os próximos 10 anos, número alto considerando a quantidade de investimentos que podem ser feitos em todas os setores da economia.

Seja comprar um imóvel para morar ou investir, tudo aponta que 2015 será um ótimo ano para a compra de imóveis. Entre em contato com a Imobiliária Silvio Iwata e conheça os nossos imóveis!

http://www.silvioiwata.com.br/

Dicas para um modo de vida sustentável

Dicas para um modo de vida sustentável

sustentabilidade

A sustentabilidade está sendo muito falada nos últimos anos, devido à preocupação com o meio ambiente e ao futuro do planeta. As mudanças climáticas causadas pelo aquecimento global e aceleração da degradação dos recursos naturais são os principais pontos citados quando se toca no assunto, e muitas pessoas já estão fazendo a sua parte, adotando um modo de vida sustentável. Mas como fazer isso? Confira algumas dicas de sustentabilidade para a sua casa:

– Reciclagem: a quantidade de lixo produzido diáriamente pelas pessoas é enorme, e muitos deles podem ser reaproveitados. Separe o lixo orgânico do reciclável, descarte o lixo eletrônico, como pilhas, baterias, lâmpadas fluorescentes, etc, em lixos apropriados. Saiba também os horários da coleta seletiva, pois não adianta saber como jogar o lixo fora se não sabe para onde mandá-lo.

– Use produtos biodegradáveis: esses produtos são feitos de microorganismos vivos que, ao entrarem em contato com o meio ambiente, se decompõem de forma natural e rápida, e não danificam o meio ambiente. Os produtos biodegradáveis agora contam com um selo específico para que as pessoas saibam qual comprar, como as sacolas plásticas que são utilizadas na embalagens de alguns produtos alimentícios e garrafas d’água, que são feitos a partir do óleo vegetal.

– Economia de energia: O Sol é a nossa maior fonte de luz e energia, então sempre que possível prefira a claridade natural. Utilize lâmpadas fluorescentes, pois o gasto com energia é muito menor do que uma lâmpada comum. Desligue também os eletrônicos que não estão sendo utilizados, pois além de diminuir o dano ao meio ambiente, diminui o gasto com a sua conta de energia.

– Economia de água: evite o desperdício de água. Feche bem a torneira quando não estiver utilizando, ao escovar os dentes ou lavar a louça. Reaproveite a água da chuva ou da máquina de lavar para lavar a calçada e prefira a lavagem a seco ao limpar o carro.

Essa são pequenas mudanças no seu modo de vida, mas que contribuem imensamente para o futuro do planeta.