Quando pensamos em casa própria, há uma série de dúvidas que permeiam nossa mente, como saber o que vale mais a pena: construir uma casa ou comprar um imóvel novo?

Há uma certa dificuldade em tomar essa decisão, especialmente porque a maioria das pessoas não sabe ao certo quanto custa construir uma casa e se irão dar conta do trabalho que uma reforma acaba trazendo a todos.

Se você chegou até aqui, provavelmente quer entender mais como funciona o processo de construção de uma casa e todos os custos que envolvem realizar esse sonho tão comum aos brasileiros. Falaremos também um pouco sobre os cuidados com esse tipo de empreitada e as melhores formas de economizar sem perder a qualidade da obra.

Confira logo abaixo o que separamos!

Saiba quanto custa construir uma casa

Quanto custa construir uma casa? Números gerais!

Em geral, construir uma casa envolve alguns custos que não podemos prever e também escolhas pessoais, como o acabamento de cada cômodo e os materiais selecionados para a finalização – que costuma ser o momento onde há mais gastos e onde os custos comuns passam a ser diferentes para cada casa.

Agora, se falarmos em termos mais amplos, há um número que podemos chegar para se ter uma média do valor do metro quadrado, que gira em torno de R$1000,00, podendo ser mais alto ou mais baixo, dependendo da mão de obra e dos materiais escolhidos. Esse número foi confirmado por órgãos responsáveis e leva em conta o preço médio de materiais básicos, como tijolos e a hora paga para pedreiros ou construtoras.

 Leia também: “Como escolher tua casa de aluguel

Custos extras na construção de uma casa – Como defini-los?

Em uma obra, os custos são imprevisíveis na maioria das vezes e podem aumentar a cada escolha diferente, como as portas e janelas, por exemplo.

Para entendermos como definir esse tipo de gasto, é válido sempre pensar de uma forma ampla e levar em conta a obra dividida em duas fases: o básico e o acabamento.
Uma boa dica também é contar com a ajuda de um arquiteto e de um engenheiro, que poderão traçar um plano o mais próximo possível da realidade, a fim de evitar novas surpresas no meio do caminho.

Pesquisar o preço dos materiais que sua família deseja também ajuda bastante e pode ser fundamental para que a construção seja mais econômica.

Custos extras na construção de uma casa

Construir para vender ou alugar – Vale a pena economizar?

Muitas pessoas procuram construir casas para depois vende-las e , ao fazer isso, se deparam com o medo de não conseguirem fazer um bom negócio porque escolheram materiais de baixo custo para o acabamento, como janelas de alumínio ao invés de madeira, por exemplo. Obviamente, tudo isso reflete na escolha do comprovador e é válido pensar em alguns fatores:

  • As vezes, vale a pena optar por um terreno menor, mais barato e mais acessível e gastar o dinheiro extra com um acabamento de melhor qualidade.
    O resultado final pode ser o que mais agrada o cliente e não o espaço em si.
  • Nesse caso, faça um planejamento. Contrate um arquiteto e um engenheiro que possam fazer as famosas Smart Homes, que aproveitam o mínimo espaço para elevar o padrão e trazer mais conforto.
  • Já se a ideia for unir conforto e espaço de sobre, é importante ter a ajuda de um corretor para que ele possa avaliar a casa pronta e saiba exatamente quanto ela irá valer no mercado. Fazer o dinheiro gasto retornar é imprescindível.

E quem irá construir para morar, o que vale mais? Espaço ou acabamento?

Quem pretende construir para morar, ou seja, não deseja vender a casa em pouco tempo, precisa pensar de forma mais prática e a longo prazo.
A família pode crescer? Há o desejo de ter uma área de lazer? Tudo deve ser pensado antes de comprar um terreno. Afinal, a construção pode ser feita de forma mais lenta e gradual, mas a compra do terreno é algo mais imediato.

Em geral, a pessoas costumam optar por investir no espaço e construir com calma, estudando os materiais e abrindo margens para reformas futuras. Em todo caso, conversar com um corretor pode ser o suficiente para diminuir as frustrações na hora de escolher o terreno e alguns pontos devem ser considerados:

  • A dica principal é dar preferência para o espaço que mais irá pesar no futuro. Escolha um terreno que se adeque às suas necessidades presentes e também para daqui alguns anos. Comprar algo muito pequeno pode ser frustrante a longo prazo.
  • Não esqueça do local. Construir a casa do sonhos em um terreno onde a vizinhança não agrada ou que seja muito longe da escola dos filhos, por exemplo, é um caminho complicado e que pode gerar problemas em pouco tempo. Faça a escolha mais assertiva, independente do quanto você guardou para a construção.

Unir o terreno ideal com a casa ideal é sempre o melhor caminho. Para isso, conte sempre com um corretor e estude muito bem cada passo. E aproveite esse novo momento com a sua família!